Home / Blog / TOPÁZIO: PEDRA DO MÊS DE NOVEMBRO

TOPÁZIO: PEDRA DO MÊS DE NOVEMBRO

48332-600x600-1

Anel oval com pedra central em topázio e zircônias, Joias Kether, R$ 650. Compre aqui.

O topázio é a pedra do mês de novembro, você sabia? Essa gema preciosa é muito conhecida no universo da joalheria. Com base em cristal translúcido, é na presença de outros elementos no seu interior que as suas diversas cores são reveladas. A pedra é encontrada nas cores vermelha, rosa, azul, verde, amarelo e amarronzada. Acredita-se que, além da beleza estética, que o topázio possua propriedades subjetivas.

Os povos antigos utilizaram a gema como um cristal ligado à verdade e ao perdão. Símbolo de castidade, felicidade, amizade verdadeira e esperança, segundo a tradição quem o usava encontrava o seu objetivo na vida, tornando-se consciente de seus pensamentos, sentimentos e ações. Acreditava-se que ele era capaz de renovar as energias e fornecer força para o corpo.

48396-1

Brinco infinito segundo furo com topázio e zircônias, Joias Kether. Compre aqui.

A gema é uma das doze pedras dos antigos sacerdotes hebraicos, tal como mencionado no livro do Êxodo. Segundo a crença a pedra ajudaria a manter um ponto de vista prático com relação à vida, doando coragem, força de vontade e levando à executar as modificações necessárias à própria existência.

Características do topázio

A forma mais pura e mais rara da gema é transparente. São as “impurezas” que, na verdade, conferem tonalidades distintas, como citamos acima. A variedade amarelo ouro, conhecida como topázio imperial, é uma das mais bonitas.

800px-topaze9-1

Topázio Imperial

Esse mineral é, em grande parte, prismático, com faces piramidais. Possui dureza 8 e clivagem basal, portanto devem ser manuseados com cuidado para evitar falhas na sua clivagem. Quando fraturada, a pedra se divide em forma desigual.

Existem jazidas em vários lugares do mundo como nos Montes Urais, na Rússia, no Afeganistão, República Checa, Noruega, Alemanha, Paquistão, Itália, Suíça, Japão, México, Estados Unidos e também no Brasil. O seu nome, acredita-se, deriva de um termo grego que indica uma das mais antigas ilhas do Mar Vermelho, por causa das pedras amarelas que ali se encontram.

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *