Home / Blog / SEGURO DE JOIAS: É O SEU CASO?

SEGURO DE JOIAS: É O SEU CASO?

25WEALTH3-master675

A cantora Beyoncé no Grammys. 400 quilates avaliados em 12 milhões de dólares. ©Reprodução.

Algumas notas sobre seguro de joias. Em 2016, a atriz Charlize Theron levou à cerimônia dos Oscars 50 quilates de diamantes, avaliados em 3,7 milhões de dólares. A cantora Beyoncè, por sua vez, numa cerimônia recente de entrega do Grammys, ostentava em seu pescoço nada menos que 400 quilates de diamantes. Pedras avaliadas em nada módicos 12 milhões de dólares.

No post em que mostramos as melhores joias usadas pelas celebridades na 89ª cerimônia de entrega dos Oscars 2017, comentamos sobre o seguro que as peças deveriam ter. Emprestadas, diga-se de passagem.

É o nosso assunto de hoje, continue lendo para saber mais sobre seguro de joias.

As joalherias que emprestam as joias às atrizes não fazem seguro, sendo de responsabilidade de quem for levar as belezas para passear no red carpet. Por isso, nenhuma deixa de realizar um seguro que cubra acidentes ou roubos. As joalherias normalmente oferecem segurança no transporte até a pessoa que for usar e na devolução. Mas a contratação da seguradora fica a cargo de quem pega emprestado.

Na vida real também é importante ter um seguro. Desde que se decida investir numa joia ou joias de valor econômico e sentimental. Mas não precisa ser a Beyoncé para assegurar suas joias.

O valor de um seguro de joias varia muito. A avaliação é realizada de acordo com as peças a serem asseguradas. Pode custar de cem reais a um milhão. Mas quem precisa proteger suas peças o investimento pode ser fundamental, pelo menos para reaver o aspecto financeiro. Já que as peças muitas vezes não voltam, caso sejam roubadas.

Normalmente, as apólices de seguro residencial não cobre danos ou roubos de joias. Inclusive, vale lembrar, as peças que são cobertas pelo seguro residencial, quando é o caso, não cobrem aquelas que estejam fora de um cofre.

Ou seja, além do investimento no seguro, deve-se investir também num cofre para guardar suas joias.

Para garantir que suas amadas peças continuem por muito tempo com você, vale ponderar o investimento não só na manutenção diária como limpeza e cuidado, mas no seguro da joia em si. Concorda?

Bom investimento num seguro de joias

No Brasil, o seguro específico para joias é feito apenas para quem possui um grande acervo. É sabido que vem sempre associado a algum outro tipo de seguro. Por aqui, quem possui apenas algumas peças, não é empresário do ramo ou colecionador, o preço é alto e a cobertura não é boa.

Mas para saber como se assegurar e qual o melhor seguro, não tem mistério. Basta pesquisar bastante e pedir muitas referências.

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *